Slides Posts Recentes

Resenha - Seis anos depois



Título: Seis anos depois
Autor: Harlan Coben
Editora: Arqueiro
Páginas: 272


Sinopse - Jake Fisher e Natalie Avery se conheceram no verão. Eles estavam em retiros diferentes, porém  próximos um do outro. O dele era para escritores; o dela para artistas. Eles se apaixonaram e juntos, viveram os melhores meses de suas vidas.
E foi por isso que Jake não entendeu quando Nathalie decidiu romper com ele e se casar com Todd, um ex-namorado. No dia do casamento, ela pediu que os deixasse em paz e nunca mais voltasse a procurá-la.
Jake tentou esconder seu coração partido dedicando-se integralmente à carreira de professor universitário e assim manteve sua promessa... durante seis anos.
Ao ver o obituário de Todd, Jake não resiste e resolve se reaproximar de Natalie. No enterro, em vez de sua amada, ele encontra uma viúva diferente e logo descobre que o casamento de Natalie e Todd não passou de uma farsa.
Agora ele está decidido a ir atrás dela, esteja onde tiver, mas não imagina os perigos que envolvem procurar uma pessoa que não quer ser encontrada.


Resenha/Opinião -  Jake Fisher realmente me surpreendeu, ou devo dizer o escritor que criou Jake Fisher?
Não me lembro de ter lido nenhum livro que o principal fosse tão apaixonado assim pela namorada, no caso ex. Mesmo depois de seis anos o sentimento permanece, ok eu possa ter lido algo tão bom quanto, porém a narrativa me pegou de surpresa, não sabia o que esperar e de repente lá estava eu lendo e cada vez mais interessada.
Jake não sabia realmente aonde estava se metendo e o modo como a narrativa transcreve nos faz sentir praticamente as mesmas coisas como raiva, frustração, um pouco de medo talvez. Mas em momento algum ele pensa “e se eu não encontra-la” não tem isso, é encontrar ou encontrar, ele está determinado.
Ele é apenas um professor universitário. Quando conheceu Natalie num retiro sua vida ficou mais colorida e juntos fizeram planos, mas Natalie o surpreendeu dizendo a ele que tudo havia acabado porém para Jake o amor que sentia nunca acabou nem nunca acabaria. Os anos se passaram e dedicou-se por completo a sua carreira, inclusive até mesmo morava no campus, lá Jake tem seu melhor amigo e uma amiga(ambos eram professores na mesma universidade), assim como teve também ajuda de uma senhora que o ajudou a buscar informações para ele quando descobriu que o casamento da antiga ex namorada não passava de uma farsa. Apesar de todas as circunstancias apontarem e nos fazer acreditar que estava sozinho, mas não estava.
Conforme fica mais próximo da verdade mais perigos sofre, é agredido, é sequestrado, quase morto e mesmo assim não desiste, nos fazendo as vezes pensar “será que realmente existe um amor tão forte assim é capaz de enfrentar literalmente qualquer coisa?” para mim a resposta é sim, para outros a resposta seria algo como “essas coisas só acontecem em livros e em filmes” não me importo assim como acredito que muitos pensam o mesmo, e dai se for “Ilusório” como Jake Fisher diria, ele sabia o que sentia e o mais importante, sabia que o sentimento era reciproco. Ele enfrentou policiais e bandidos por um amor que sabia que era real não importasse quem o dissesse o contrário.
Eu poderia falar dos personagens mas vou deixar que descubram por si só, leiam, tentem resolver o mistério assim como eu, como muitos de nós que lemos o fizemos. Não vão se arrepender, um romance cheio de mistérios, suspenses, adrenalina, segredos. Falando em segredo eai já pensou em qual poderia ser o de Natalie? Como uma pessoa some assim por conta própria sem deixar rastros? Ninguém some assim ser ter pelo menos um segredo. Que tal descobrirmos juntos qual o segredo? Ops, eu já descobri, só falta você.

Quotes - “Você acredita em amor a primeira vista? Nem eu. Mas acredito numa grande atração à primeira vista, mais que física. Acho que de vez em quando – em uma ou duas ocasiões na vida – nos sentimos fascinados por uma pessoa, de uma forma muito profunda, primordial e imediata, um encanto mais que magnético. Foi assim com Natalie. Às vezes não passa disso. Em outras cresce, esquenta e se transforma numa chama gloriosa, que sabemos ser verdadeira e destinada a durar para sempre.”

“Sei que parece ilusório. Que parece que vejo o mundo através de lentes cor de rosa ou que sou um egocêntrico que não consegue enxergar a realidade. Mas eu sei, sei como me sentia quando estava com ela, e como ela se sentia. Toda essa baboseira que as pessoas falam sobre dois corações batendo juntos, sobre o sol brilhar num dia nublado, sobre uma conexão que vai além do físico. De repente eu entendo tudo isso. Natalie e eu éramos assim. Não se pode mentir sobre essas coisas. Se existe algo errado num amor assim, nós sentimos. Houve momentos demais que me deixaram sem fôlego. Eu vivia esperando o sorriso dela. Quando olhava em seus olhos, podia ver que era para sempre. Sabia disso quando a abraçava. Isso só acontece uma vez na vida, com sorte. Encontramos um lugar raro e especial, e quando se tem essa sorte, lamentamos qualquer instante em que não se está nesse lugar, porque parece triste desperdício. Você sente pena das outras pessoas porque elas nunca vão conhecer essas explosões contínuas de paixão. Natalie me fazia sentir vivo. Fazia tudo crepitar e me surpreender à nossa volta.”

“Era assim que eu me sentia e sai que ela sentia o mesmo. Não estávamos cegos de amor. Pelo contrário. O amor nos deixava de olhos bem abertos e foi por isso que ele nunca me deixou. Nunca deveria ter feito aquela promessa. Minha cabeça estava confusa, mas o coração, não. Deveria tê-lo ouvido.”


16 comentários:

  1. Respostas
    1. Obrigada pelos parabéns que deu após ver minha resenha!

      Excluir
  2. Parabéns pela resenha e pelo blog 😉
    - beijos da menina que lê

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito, continua! Beijoca
    - Banal Girl

    ResponderExcluir
  4. Parabéns ☺️ Continue assim que irá longe!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha obrigada e dedinhos cruzados para que um dia eu chegue mesmo lá! rs <3

      Excluir
  5. Adorei a sua resenha! Esse livro não funcionou muito pra mim... Mas você arrasou!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena que não gostou tanto quanto eu! Mas obrigada pelo carinho em vir compartilhar sua opinião e claro pelo elogio haha <3

      Excluir
  6. Adorei a resenha. Já li o livro mas se não tivesse lido iria procurar correndo para ler.
    :)

    ResponderExcluir
  7. Oie, adorei sua resenha. Os livros do Harlan realmente fazem isso.com a gente, ainda não li esse, mas com certeza já entrou pra minha infinita lista rs. Parabéns! Bjoss da Isa 💕

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AI ai obrigada! Em breve pretendo ler mais dele *-*

      Excluir
  8. Muito boa resenha, livro parece ser ótimo,já fiquei curiosa aqui kkkkkk parabéns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo elogio haha. Já o coloque na lista kk <3

      Excluir