Slides Posts Recentes

Resenha - Caixa de pássaros


Titulo: Caixa de Pássaros
Autor: Josh Malerman 
Editora: Intrinseca
Páginas: 272


Sinopse – Romance de estreia de Josh Malerman, “Caixa de Pássaros” é um thriller psicológico tenso e aterrorizante, que explora a essência do medo. Uma história que vai deixar o leitor completamente sem fôlego mesmo depois de terminar de ler. Basta uma olhadela para desencadear um impulso violento e incontrolável que acabará em suicídio. Ninguém é imune e ninguém sabe o que provoca essa reação nas pessoas. Cinco anos depois do surto ter começado, restaram poucos sobreviventes, entre eles Malorie e dois filhos pequenos. Ela sonha em fugir para um local onde a família possa ficar em segurança, mas a viagem que tem pela frente é assustadora: uma decisão errada e eles morrerão.



Resenha/Opinião – Não sou muito fã de suspense mas confesso que este me prendeu do inicio ao fim, nunca pensei que me prenderia e gostaria tanto de um livro nesse gênero. Caixa de pássaros mexe com nosso psicológico e criatividade, narrado em terceiro pessoa a leitura nos leva a sentir na pele o quanto Melorie a personagem principal vive assim como os sentimentos, as angustias. Por várias vezes senti minha pele se arrepiar ou fiquei com um pouco de nojo ao imaginar certas cenas.
Se eu considero o livro forte? Bem, depende do ponto de vista. Não tive pesadelos nem nada porém mexeu mesmo comigo. O autor Josh Malerman soube muito bem como criar seu suspense, aposto que a leitura será diferente para cada um pois esse é um daqueles livros que o monstro não tem forma real, não é mostrado ou narrado como o ''monstro'' é, o tempo todo ficamos querendo saber como ele é e criando formas e rostos.
A história tem como personagem principal Melorie, e através dela conhecemos um ''novo mundo'' onde todos aqueles que saem de casa com os olhos abertos é submetido a ataques de loucura e violência os levanto a cometer suicido em seguida. À todo momento nos perguntamos assim como Melorie quem são eles, se são um só, se são humanos, se não extra-terreste, etc. Se passaram quatro anos desde que tudo começou a acontecer, desde que conheceu um grupo de pessoas cuja casa parecia ser segura. 
Mas após quatro anos, com seus filhos agora ''bem treinados'' para ouvir além do que os olhos porém ver ela quer sair, quer ir atrás de novas possibilidades. Mas será que seja o que for que está no lado de fora da casa vai deixar? Será que conseguirá ir longe? Para saber mais mais só lendo mesmo o livro pois se eu continuar acabarei dando spoiler e para alguns isso é o fim não é mesmo?!
A única coisa da qual não gostei no livro foi o final, já havia visto criticas negativas quanto ao final mas mesmo não gostando eu amei o livro num todo, toda a trama construída e narrada, não deixei que o final me influenciasse de alguma forma e acabasse falando mal do mesmo, pelo contrário, gostei mesmo do livro e o recomendo. Já o final vai de cada um pois o que não agrada um pode muito bem agradar outro, vai muito do ponto de vista de cada um.

Quotes –  Será que estão com medo?

Pronto, pensa, 'ele ainda está aqui'. Assim como os carros ainda estão estacionados na rua em frente à casa deles. E da mesma forma que as casas e ruas estão vazias.

As crianças não berram, não choramingaram. São pacientes demais para isso. 
Mas quão longe uma pessoa consegue ouvir?

'Folhas ondulando', dizia. 'Um animal pequeno, como um coelho.' Sempre consciente de que poderia ser algo pior. Pior até do que um urso.

'Todos sofreram', pensa Melorie. 'Estas pessoas passaram por coisas horríveis assim como eu'.

Será que sabem o que fazem? Será que querem fazer o que fazem?

O garoto ouviu porque você o criou  bem e agora ele escuta melhor do que jamais vai conseguir enxergar.

'As crianças' pensa Malorie, 'não tiraram as vendas. Aquela foi a primeira voz humana que ouviram além das próprias vozes. Mesmo assim não lhe deram ouvidos.
Tom se levanta e exibe o que construiu. Malorie escuta um estalo e a coisa se desmonta aos seus pés.

A insanidade estava à espreita, independentemente do fato de que alguém que você gostava estava do lado de fora com ela.

Toda perna de móvel é uma arma em potencial. Todo objeto sólido, munição.

Um dia, você sentirá a mesma dor da qual a sua mãe e todas as mães falam: o parto. Apenas a mulher pode senti-la e, por isso, todas as mulheres têm um vinculo.

O mundo está confinado à mesma caixa de papelão que abriga os pássaros do lado de fora. Malorie entende que Tom está procurando uma maneira de abrir a tampa. Busca uma saída. Mas ela se pergunta se não há outra tampa acima daquela, e depois mais uma.

2 comentários:

  1. Olá!
    Confesso que eu também não sou muito fã de suspenses, mas a história desse livro de uma certa forma me chamou atenção. Talvez eu dê chance a leitura.
    Adorei sua resenha!

    Beijo, beijos
    relicariodehistoriasma.blogspot.com

    ResponderExcluir