Slides Posts Recentes

Resenha - Depois de você


Titulo: Depois de você
Autora: Jojo Moyes
Editora: Intrinseca
Páginas: 320


Sinopse – Quando uma história termina, outra tem que começar.
Com mais de 5 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, Como eu era antes de você conta a história do relacionamento entre Will Traynor e Louisa Clark, cujo fim trágico deixou de coração apertado os milhares de fãs da autora Jojo Moyes.

Em Depois de você, Lou ainda não superou a perda de Will. Morando em um flat em Londres, ela trabalha como garçonete em um pub no aeroporto. Certo dia, após beber muito, Lou cai do terraço. O terrível acidente a obriga voltar para a casa de sua família, mas também a permite conhecer Sam Fielding, um paramédico cujo trabalho é lidar com a vida e a morte, a única pessoa que parece capaz de compreendê-la.

Ao se recuperar, Lou sabe que precisa dar uma guinada na própria história e acaba entrando para um grupo de terapia de luto. Os membros compartilham sabedoria, risadas, frustrações e biscoitos horrorosos, além de a incentivarem a investir em Sam. Tudo parece começar a se encaixar, quando alguém do passado de Will surge e atrapalha os planos de Lou, levando-a a um futuro totalmente diferente.




Resenha/Opinião – Confesso não ter gostado muito do Como eu era antes de você então neste eu não tinha muitas espectativas ao ler porém esse para mim se superou, gostei sim mais desse do que do primeiro volume. Não sei ao certo o motivo. Gostei muito do Will, mas Sam me ganhou de uma forma única. A personalidade forte e animada da personagem principal Louise fica para trás e agora temos uma Lou diferente, mais madura e quieta, ainda sim não deixamos de gostar dela pois no fundo sabemos como ela é e conforme vamos lendo vemos como ela cresceu apesar das dúvidas e incertezas da vida.

Nesse segundo volume conhecemos um outro lado dos personagens. Novas visões e vidas. Todos que passaram pela vida de Will ou tiveram contato com o mesmo foram afetados de alguma forma e Lou acha que ela foi a mais afetada porém se engana e feio. Seus pais a obrigaram a participar de um grupo de apoio uma espécie de terapia, ela vai mesmo contra sua vontade e no final acaba por fazer amigos coisa que não acontecia a muito tempo.

Temos personagens novos claro. O meu preferido É Sam e a amiga que são os paramédicos que socorreram Lou quando a mesma caiu de seu prédio. Ambos tem um humor diferente e por mim teria muito mais cenas com eles incluídos nelas. Teremos também Jack (o mais novo do grupo terapia) e Lily (personagem que assim que surge nos deixa com um ''O QUÊ?'' estampado no rosto nos fazendo ficar cheio de dúvidas. Não sou muitoooo fã de Lily mas até que ela me cativou no final. Infelizmente não poderei contar mais.
Eu recomendo sim o livro, ambos na verdade. Para muitos esse livro não deveria ser publicado porém para mim foi muito bom. É como eu sempre digo ''O que é bom para uns é ruim para outros''. 


Quotes – Falhei com você Will. Falhei com você de todas as maneiras possíveis.

Nunca se sabe o que vai acontecer quando se cai de uma grande altura.

A primeira vez que subi, nove meses atrás, o corretor me mostrou como os inquilinos anteriores haviam montado um pequeno jardim lá em cima, espalhando alguns arbustos em vasos de metal e colocando um banquinho.

Antes que eu pudesse pensar, me debrucei sobre a mesinha, estiquei o braço para alcançar sua nuca e o beijei. Ele hesitou apenas por um instante depois se inclinou para frente e retribuiu o beijo.

Não queria saber se ele era um mulherengo compulsivo ou se estava fazendo um jogo. Eu estava tão sufocada de desejo que, na verdade, não ligava se ele quebrasse o outro lado do meu quadril.

A primeira vez que subi, nove meses atrás, o corretor me mostrou como os inquilinos anteriores haviam montado um pequeno jardim lá em cima, espalhando alguns arbustos em vasos de metal e colocando um banquinho.

Já faz tempo que as plantas murcharam e morreram. Pelo visto, não sou muito boa em cuidar das coisas. Estou de pé no telhado, observando a escuridão bruxuleante de Londres lá embaixo. À minha volta, há um milhão de pessoas vivendo, respirando, comendo, discutindo. Um milhão de vidas completamente diferentes da minha. É um tipo estranho de paz.






Nenhum comentário:

Postar um comentário